sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Tripel Karmeliet com Meca Assado ao Citrus Beurre Blanc



Tripel Karmeliet é uma cerveja clássica do estilo Tripel, de origem Belga. Ela é produzida hoje pela Cervejaria Bosteels, responsável também por outros clássicos, como a mítica champenoise Deus e a Pauwel Kwak. Vale a pena visitar o site da cervejaria, onde eles ensinam até receitas culinárias para fazer com as cervejas.

O Meca é um peixe pouco conhecido no Brasil, mais famoso pelo nome de Espadarte, em alguns lugares é usado para sashimi. Seu sabor não é tão pronunciado o que o torna perfeito para ser combinado com uma série de molhos. Como é um peixe sem alto teor de gordura, escolhi um molho clássico da cozinha francesa, o Beurre Blanc, que basicamente é uma emulsão de manteiga com vinho tinto ou branco e echalotas. Muito similar ao Hollandaise ou Bérnaise, a diferença é que não vai gemas, o que o torna muito mais leve.


O molho é chave para o sucesso da harmonização, então a receita será focada nele. Para o peixe basicamente você deve assá-lo ou grelhá-lo, dependendo de como você o comprou, apenas tenha atenção no ponto. Lembre-se, na dúvida sempre tire antes do fogo e veja, sempre podemos assar mais, mas nunca retornar ao estado original.

Citrus Beurre Blanc:

•    120 ml de suco de laranja
•    15 ml de suco de limão tahiti ou siciliano
•    120 ml de vinho branco
•    120 ml de vinagre de vinho branco
•    1 echalota ou cebola roca pequena picada
•    240 gramas de manteiga gelada e dividida em 6 partes de 40 gramas
•    Sal e pimenta a gosto
•    Zests de limão e laranja

Combine os sucos cítricos, o vinho, o vinagre e a echalota e reduza até quase secar em fogo moderado. Com auxílio de um fouet adicione uma parte de manteiga e mexa por vez só colocando a próxima quando a primeira estiver incorporada. Cuidado com a temperatura da panela, essa emulsão é devagar,  necessário retire do fogo antes de continuar e volte depois. Coe o molho, acerte o sal e a pimenta e adicione as zests das frutas.

Sirva com arroz branco ou legumes salteados.

O molho é essencial para adicionar as notas cítricas e adocicadas que vão combinar com a cerveja. Mais importante ainda, é ele quem irá adicionar a gordura necessária para que o prato fique mais intenso e possa fazer frente a cerveja. Quando harmonizamos, não pensamos apenas no ingrediente principal, molhos e os métodos de cozimento também devem ser considerados.

Aprender a fazer esse molho é sensacional, além de ser um preparo clássico, ele é muito versátil e combina com uma série de pratos.



Saúde!

Um comentário:

  1. olá, esta receita é apra qtas porções?1 cheers!!!

    ResponderExcluir