terça-feira, 5 de agosto de 2014

DIEU DU CIEL! No Brasil.

Holy mãe de deus do céu! Notícia simplesmente fantástica!

A melhor cervejaria do Canadá e a 13ª melhor do mundo segundo o Rate Beer (maior ranking de cervejas do mundo) chega ao Brasil pela importadora Best Beers e já está dando o que falar. Ela foi considerada a melhor cervejaria do evento Degusta Beer & Food pela reportagem do paladar do Estadão!

A cervejaria situada em Saint-Jérôme, Quebec, é acompanhada de perto pelos fanáticos por cervejas artesanais. O fundador Jean-François Gravel leva cerveja a sério, conseguindo de forma espetacular ser inovador e original em cada receita que produz, colocando assim uma identidade muito forte em seus rótulos. Suas cervejas com certeza são ousadas, interessantes e destemidas.

Conheça um pouco mais dos 10 rótulos disponíveis em terra tupiniquim:
Blanche Du Paradis ( 5.5%abv). Fãs de witbier vão achar esse nome apropriado. “Paraíso branco” descreve perfeitamente esta bem balanceada e leve witbier. Feita com a mesma quantia de malte de cevada e trigo, além de sementes de coentro e casca de laranja esta cerveja apresenta notas de pão, cítricas, especiarias e um toque de acidez.


Rosée d´Hibiscus (5.9%abv). Essa é sem dúvida a witbier mais única que existe. É difícil lembrar casos onde a adição de um ingrediente altera tanto o perfil da cerveja, desde a coloração até o sabor e aroma. O destaque dela com certeza é seu visual, que é digamos no mínimo sensual.


Route dês Épices (5.3%abv). Essa cerveja transborda irreverência! Feita com centeio e pimenta do reino verde e preta, a rota das especiarias tem perfil obviamente condimentado mas equilibrado por toques frutados e maltados. A pimenta deixa um agradável formigamento na língua.


Corne Du Diable (6.5%abv). Uma índia pale ale focada em malte, mas ainda uma IPA, e um demônio de ipa. Com pesado dry-hop ela tem coloração cobre avermelhado, amargor afiado e muito aroma de lúpulo. Para James Watt (fundador da Brewdog) essa cerveja está entre uma Punk Ipa e uma 5AM Saint.


Moralité (6.9%abv). Esta é um presente para os hopheads. Se você é um deles de fato, com certeza já ouviu falar da cervejaria Alchemist e sua cobiçada HEADY TOPPER! Pois é, essa cerveja foi feita em parceria com esses caras e eles sabem o que fazer com tanto lúpulo. Poucas IPAs chegam assim por aqui, com certeza ela irá impor “moral” nas outras.


Pénombre (6.5%abv). Já disseram que o Tony Iommi é esse tiozinho aí do rótulo. Com certeza combinaria com o nome dela. Pense em uma Porter com adição de muito lúpulo, apresenta um amargor forte complementado com corpo robusto e notas do malte torrado.


Blanche Neige (8.3%abv). Imperial witbier. Sim, uma imperial witbier com adição de cravo e canela. Acredito ser a única por aqui. A “branca de neve” é uma sazonal de inverno produzida desde 2001. As especiarias dominam o caráter da cerveja e o álcool te protege do frio.


Aphrodisiaque (6.5%abv). Feita com cacau orgânico e favas de baunilha de primeira classe. Essa é uma stout que irá te seduzir, ela pode parecer assustadora para aqueles que temem as cervejas escuras, mas ela é tão equilibrada que se torna perfeita para todos. Pense em um Lindt líquido.


Péché Mortel (9.5%abv). Essa cerveja é imoral. Em 2013 ela foi eleita a 29ª melhor cerveja do mundo dentre todos o estilos no Rate Beer. Uma baita façanha sem dúvida. Imperial Stout com adição de café, com certeza é um pecado mortal você não tomar essa cerveja durante sua vida. É o tipo de coisa que não tem como melhorar.


Péché Mortel Bourbon Barrel (9.5%abv). Leu minha última frase? Esqueça.

As Dieu Du Ciel já podem ser encontradas nas melhores lojas, empórios, bares e sites cervejeiros de São Paulo. Recomendo muito a degustação de todas.

Para maiores informações acesse o site da importadora Best Beers!


Boa semana e abraços a todos!

2 comentários:

  1. Ainda não provei nenhuma, mas fiquei com água na boca. De se destacar os belíssimos rótulos. Abraços

    ResponderExcluir